IGNACIO CANO

Como substituir o poder paralelo - Ignacio Cano

A barbárie, dessa vez no atacado - Ignacio Cano

Tortura e morte, em nome da democracia - Ignacio Cano

Marcados para morrer - Ignacio Cano

O estado omisso quer aumentar a insegurança - Ignacio Cano

Faltam investigação e inteligência - Ignacio Cano

Número de mortes pode chegar a 1.300 - Ignacio Cano